Maurice Jarre, um gênio (1924-2009)

30 03 2009

Hoje é um dia muito triste para o cinema, pois morreu um dos maiores compositores de trilhas sonoras da sétima arte.  A trilha feita por Jarre para Lawrence da Arábia com toda aquela suntuosidade e exoticidade até hoje me emociona e é uma das coisas mais lindas já feitas para um filme. De arrepiar todos os fios do cabelo.

Quando eu penso num deserto, a sua música grandiosa logo vem à minha cabeça. E quem não conhece o famoso tema de Lara, feita para o épico Doutor Jivago? Maurice Jarre foi responsável por uma infinidade de grandes trilhas para o cinema e mesmo quando o filme não fosse tão bom, seu trabalho sempre era pautado pela qualidade. Ele trabalhava a sétima arte em sua essência, pois todo grande filme merece e deve ter uma trilha de qualidade.  

Com a grande música de Jarre, eu facilmente posso fechar meus olhos e lembrar quando Lawrence apaga a chama do fósforo e nela a famosa cena se funde com a imagem do deserto. E nisso viajar pelas dunas  gritando a plenos pulmões: To Aqaba!!!

Anúncios

Ações

Information

8 responses

30 03 2009
Murilo

Fala Denis! Obrigado pelo comentário no texto sobre o Gran Torino – pode publicá-lo sim, fique à vontade, ficarei lisonjeado mais uma vez! Também lamento muito a morte de Jarre, vi Os Olhos Sem Rosto (dirigido pelo Georges Franju) há uns dias, cuja trilha apavorante e sensacional é dele. Outro gênio para nos fazer falta, sem dúvida.

31 03 2009
Kamila

Esta foi uma perda terrível. Jarre, como você disse, era um gênio e compôs algumas das trilhas mais memoráveis do cinema!

31 03 2009
André

Denis, Mais uma vez Parabéns! Lindo post para um grande gênio! Admito que só soube agora, lendo seu blog.

Aliás, quando leio o seu, quase desisto do meu!

Abraços,
André

1 04 2009
Denis Torres

Ok Murilo. Adoro Olhos sem rosto e a trilha do Jarre, mais uma vez, é sensacional. Assisti esses dias o delicioso faroeste Roy Bean, dirigido pelo grande John Ford e estrelado pelo charisma man Paul Newman e a trilha é de Jarre também. Abs!

Kamila, a very black day. Abs!

André, obrigado pelos elogios e não desista de nada!

1 04 2009
Denis Torres

Correção: Roy Bean é do John Huston.

1 04 2009
Alex Gonçalves

Eu fiquei muito, muito triste quando li a notícia sobre a morte do compositor na manhã de ontem. Todos os dias, sem falta, estou com o meu MP3, seja na hora de ir trabalhar, caminhar ou ir para a cama. E sempre ouço algumas das composições desse extraordinário maestro. As minhas prediletas são para os filmes “Atração Fatal”, “Nas Montanhas com Gorilas” e “Ghost”. Lamentável, lamentável.

1 04 2009
denistorres79

Alex, bem lembrado. Nas Montanhas com gorilas é maravilhoso! Abs!

4 04 2009
Gustavo H.R.

Lá se vai outro mestre… Sua música, no entanto, ficará para sempre conosco.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




%d blogueiros gostam disto: